Clique sobre a revista para folhear
Receba nosso boletim
Busca
Enviar por E-mail
Comente
Imprimir
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Intervenção: São José do Norte contrata Fundação para fazer a gestão

Das intervenções realizadas em 2013, o caso de São José do Norte, no Sul do Estado, é o mais recente. Ao contrário da maioria, no entanto, foi identificada a necessidade de terceirizar a gestão. Após diversas reuniões com o Departamento de Atenção Hospitalar e Ambulatorial (DAHA) da Secretaria Estadual da Saúde (SES), o município fez em agosto a intervenção, revogando a cessão de uso do prédio à antiga administradora, que, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, somava R$ 8 milhões em dívidas, e formalizando contrato com a Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV), de Sapucaia do Sul, que assumiu a gestão dos serviços, contando com amplo apoio e maior aporte financeiro do Estado.

“Entendemos que o município não teria condições de fazer a gestão do Hospital de forma solitária. Isso tem de ser feito por profissionais que entendam do assunto”, conta a secretária da Saúde, Aline Alves. “Se o município fizesse a intervenção para administrar sozinho o Hospital, encontraria as mesmas dificuldades que a gestão anterior encontrou. Os municípios estão preparados para fazer gestão pública, mas não possuem conhecimento sobre gestão hospitalar”, alerta a titular.

Leia Mais:

Da ameaça de ver hospitais fecharem as portas à intervenção
Quaraí estava sem contrato com o SUS desde 2009
Em Candelária, hospital iria fechar
Palmeira das Missões voltou a contar com plantão médico 24 horas
Agudo seria descredenciado do SUS
Jaguarão confrontou com dívida de R$ 15 milhões
Fundações se apresentam como braço executor das políticas de Saúde

Há pouco mais de dois meses sob a gestão da FHGV, o Hospital Municipal de São José do Norte atende casos de Saúde Mental, internação clínica e emergência, mas o objetivo é agregar uma unidade intermediária neonatal, com a reabertura do centro cirúrgico e da maternidade. Para que esses serviços comecem a funcionar, a meta é regionalizar o acesso, disponibilizando atendimento de qualidade em São José do Norte, evitando que os pacientes tenham de ser transferidos para Rio Grande, município que fica a seis quilômetros de distância e que passa por um aumento populacional devido à oferta de emprego no Polo Naval.

Enquanto isso, estão sendo feitas adequações estruturais, em especial nas áreas que contemplam o setor de urgência e emergência. Entre as conquistas obtidas com a recente mudança de gestão na unidade de 51 leitos, estão a oferta de escalas médicas completas e o aumento da ocupação, que de seis leitos passou para até 25 lugares. Segundo Aline, as mudanças são resultado de “um modelo de intervenção dialogado, que oferece mais tempo e ferramentas para o planejamento das ações, sem prejudicar os usuários da Saúde.”

O momento é tão propício a transformações que a atual sede do Hospital deverá se tornar um centro administrativo, com auditório e sala de treinamentos para a nova unidade, que deverá ser erguida nos fundos do terreno. Serão R$ 30 milhões de investimento já sinalizado pelo Governo do Estado, para ofertar 120 leitos, ampliando o atendimento, que deverá contemplar também os pacientes vindos de municípios vizinhos, como Mostardas, Tavares e Rio Grande.

20/01/2014
Fonte: Revista COSEMS/RS 6ª edição
Total de comentários: 0 0 comentário(s) - Clique aqui e seja o primeiro a comentar
 
Confira também:
-
Resolução nº 532/17 aprova o credenciamento do número de ACS, ESF, NASF e ESB apresentados pelos municípios de Itaara, Nova Hartz, Santa Bárbara do Sul e Vila Flores
-
Portaria nº 387 divulga a relação dos entes federados que celebraram Termo de Compromisso de Renovação de Adesão aos Programas de Provisão de Médicos do Ministério da Saúde e as vagas disponíveis
-
Resolução nº 526 altera o valor mensal do Incentivo Financeiro Estadual do Programa Primeira Infância Melhor do município de Júlio de Castilhos
-
Resolução nº 528/17 aprova o credenciamento do número de ACS, ESF, NASF e ESB apresentados pelos municípios de Erechim, Farroupilha, Sinimbu, Venâncio Aires e Vera Cruz
-
Resolução nº 529/17 aprova o credenciamento do número de ACS, ESF, NASF e ESB apresentados pelos municípios de Nova Hartz e Sertão Santana
 

   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
 
Galeria de fotos