Notícias

Atenção secretários e gestores em saúde: de 06 a 31 de Agosto tem vacinação nacional contra o sarampo e a poliomielite

16/07/2018

 

O COSEMS/RS reforça a nota informativa do Centro Estadual de Vigilância Sanitária (CEVS), da Divisão de Vigilância Epidemiológica (DVE) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES), de 09 de julho de 2018, que alerta para as baixas coberturas dos esquemas vacinais de poliomielite e sarampo no Rio Grande do Sul e informa sobre a situação epidemiológica, bem como o período da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e Poliomielite: de 06 a 31 de agosto de 2018, com mobilização nacional em 18 do mesmo mês.

 

Desde setembro de 2016, as Américas foram consideradas livres do Sarampo pela Organização Mundial da Saúde (OMS), após ausência da circulação do vírus pelo período de um ano. No entanto, a Europa, por exemplo, enfrenta um surto desde o mesmo período, com 20.000 casos diagnosticados e 35 mortes notificadas. No ano seguinte, 2017, foram registrados 895 casos nas Américas, todos importados de outras regiões do mundo. Até junho de 2018, os casos nas Américas aumentaram para 1992, em 11 países. No Brasil, foram confirmados 351 casos e, destes, 7 foram no Rio Grande do Sul. O primeiro caso registrado em nosso estado foi de uma criança não vacinada, de 1 ano de idade, que viajou com a família para a Europa.

 

Em relação à Poliomielite, foram registrados 1163 casos, em doze países do globo, sendo que três deles são considerados endêmicos: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Nas Américas, o último caso registrado foi no Peru, em 1991. Desde 1994, a doença é considerada erradicada no Brasil, quando recebeu o Certificado de Eliminação, tendo sua última notificação em 1989. Em junho de 2018, a OMS emitiu um alerta para um caso suspeito na Venezuela, que foi descartado por exames laboratoriais. No entanto, é preciso que as equipes de saúde estejam sensibilizadas para detectar e notificar qualquer suspeita de Poliomielite, para que haja tempo hábil de interromper a cadeia de transmissão.

 

Para tanto, a rede pública de saúde irá oferecer a vacina Tríplice Viral, GRATUITAMENTE, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), em todo o estado do Rio Grande do Sul, para a população de 1 a 49 anos. A vacina Tetra Viral será oferecida, GRATUITAMENTE, para a população de 15 meses a menores de 5 anos, assim como as vacinas que compõem o esquema de prevenção da Poliomielite (VIP/VOP), de 0 a 5 anos. A meta é de atingirmos 95% da cobertura vacinal. No entanto, essa meta não é atingida há alguns anos. Através do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, as secretarias municipais de saúde podem acessar a sua cobertura vacinal, avaliá-las e planejar ações de incremento da campanha.

 

Reforçamos que a população-alvo dessa campanha são crianças de 0 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. A meta mínima é de 95% da cobertura vacinal e o objetivo principal da campanha é vacinar indiscriminadamente a população-alvo, independente da situação vacinal de cada criança.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Fone: 3213.2000 (Ramais 2116  e 2127)
Avenida Borges de Medeiros, nº 536, sala 412

Centro Histórico - Porto Alegre / RS

CEP 90010-241

Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul. Todos os direitos reservados. 2018-2020.