Buscar

Presidente do Cosems/RS participa da Conferência Municipal de Saúde de Santiago

Evento debate estratégias para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no município gaúcho



Nesta quarta-feira (17), o presidente do Cosems/RS, Maicon Lemos, prestigiou a abertura da 8ª Conferência Municipal de Saúde de Santiago, que teve transmissão pelo Facebook da Prefeitura e pelo Youtube. O objetivo da conferência foi debater propostas para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) local com o tema “Plano Municipal de Saúde”.


A conferência teve foco nos seguintes temas: os desafios da saúde pública local; mobilizar e estabelecer diálogos com a sociedade acerca da saúde como direito; autocuidado na saúde e defesa do SUS; fortalecer a participação e o controle social no SUS; avaliar a situação de saúde do Município; elaborar propostas a partir das necessidades elencadas para compor o Plano Municipal de Saúde; garantir atendimento integral à população em tempos de pandemia de covid-19; e ampliar o atendimento ao Programa de Saúde Mental do Município.


A abertura da 8ª Conferência foi realizada pela presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santiago, Jane Cavallari Fiorenza; com participação remota da secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann; e do presidente do Cosems/RS, Maicon Lemos.

Em sua fala, o presidente Maicon parabenizou o município de Santiago por estar exercendo mecanismos para participação e controle social da saúde pública, que é um dos princípios do SUS. O presidente ainda fez elogios ao município de Santiago pelo trabalho desenvolvido em aproximadamente dois anos de enfrentamento à pandemia e por sua atuação na vacinação contra a covid-19 – uma função que, segundo Maicon, vem sendo desempenhada com maestria, “levando a vacina ao braço da comunidade”.


“Esse momento de planejar a saúde municipal para os próximos anos é muito importante, pois é ali que vamos definir os caminhos da nossa Atenção Básica, os caminhos da nossa média e alta complexidade e os caminhos da gestão do SUS com a participação do controle social. Esse é o momento para que a comunidade juntamente às equipes e à gestão da Secretária Municipal de Saúde de Santiago defina a prioridade para os próximos anos de 2022 a 2025 dentro do Sistema Único de Saúde em nível local. Esse espaço de participação híbrida, virtual e presencial, é um grande desafio”, complementou o presidente Maicon.



44 visualizações0 comentário